Boa parte do e-lixo gerado no mundo vai parar em países pobres ou em desenvolvimento como China, Gana, Índia e Nigéria. Sem contar o que fica vagando por aí.