Aiman Ezzat é nomeado diretor financeiro do Grupo Capgemini

| Press release
Paul Hermelin, presidente e CEO do Grupo Capgemini, acaba de indicar Aiman Ezzat para o cargo de diretor financeiro do Grupo. Ele substitui Nicolas Duforcq e assume o posto imediatamente. Após analisar candidatos internos e externos com vários membros do conselho, Hermelin recebeu apoio unânime do Conselho Administrativo para a nomeação de Ezzat.
 
Com quase 20 anos de experiência na Capgemini, o executivo tem um profundo conhecimento sobre as operações do Grupo. Ele desenvolveu uma sólida experiência profissional nos principais negócios da companhia e trabalhou em vários países, principalmente no Reino Unido e nos Estados Unidos, onde viveu por mais de 15 anos.
Após a compra da empresa de TI indo-americana Kanbay, em 2006, Ezzat se tornou chefe da unidade global de Serviços Financeiros. Essa nova unidade, com 20.000 funcionários, 60% dos quais baseados na Índia, é precursora do atual modelo industrial e comercial que lentamente está se estendendo para uma grande parte do Grupo.
 
Durante a crise financeira de 2008 e 2009, o executivo comprovou suas habilidades de liderança em um mercado bastante competitivo, garantindo a rentabilidade da unidade. Ele rapidamente a colocou de volta no caminho de crescimento e a levou a uma margem operacional de dois dígitos. A participação do setor de Serviços Financeiros na receita do Grupo foi fortalecida consideravelmente a partir de 2006 (aumento de 14% para os atuais 21%).
 
Paul Hermelin afirma: "Indicar para o cargo de CFO um gerente de linha reconhecido, com grande experiência e conhecimento do modelo econômico atual do Grupo, assim como do modelo almejado, é uma grande vantagem para a Capgemini. Ezzat tem um histórico profissional comprovado, tendo elaborado entre 2004 e 2005 um importante plano de recuperação para a América do Norte e de terceirização. Estamos confiantes de que seu rigor e energia serão recursos valiosos para fortalecer o importante papel do departamento financeiro na Capgemini e para ajudar a realizar as pretensões do Grupo”.
 
Aiman Ezzat diz: "Estou orgulhoso de liderar uma equipe financeira talentosa, que contribuiu, sob a gestão de Nicolas Dufourcq, para fortalecer a capacidade da Capgemini de enfrentar as variações econômicas. Com o crescimento do portfólio de produtos com valor agregado e o desenvolvimento acelerado da capacidade offshore, o Grupo ocupa uma posição sólida diante da concorrência. Dedicarei todos os meus esforços para levar a empresa a uma margem operacional de dois dígitos”.
 
Finalmente, para o ano fiscal de 2012, o Grupo Capgemini confirma a conquista de seus objetivos de geração de receita (crescimento orgânico de 1%) e rentabilidade (margem operacional acima de 7,5%, de acordo com o previsto).  Para 2013, o Grupo reitera sua meta de alcançar uma margem operacional maior do que em 2012. Informações detalhadas serão fornecidas após a publicação dos resultados anuais, em 21 de fevereiro de 2013.
 
 
Biografia
Antes de ingressar na Capgemini, Aiman Ezzat atuou como diretor de Operações Internacionais na Headstrong, empresa de consultoria empresarial e tecnologia global, onde trabalhou com clientes do setor financeiro na Ásia, na América do Norte e na Europa. Antes, Ezzat foi líder da divisão de Petróleo e Produtos Químicos da Gemini Consulting, onde passou 10 anos (Gemini Consulting é a antiga marca de consultoria estratégica e transformação do Grupo Capgemini, que hoje é a Capgemini Consulting).
 
O executivo foi diretor adjunto de Estratégia da Capgemini, tendo desempenhado um papel importante no desenvolvimento da estratégia offshore do Grupo, de 2005 a 2007. Ele participou do processo de aquisição e integração da Kanbay, empresa global de serviços de TI especializada no setor financeiro, comprada pela Capgemini em 2006. Ezzat também foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento do plano Booster de recuperação de atividades do Grupo nos Estados Unidos. Em novembro de 2007, ele chegou a ser nomeado COO da unidade global de Serviços Financeiros e tornou-se CEO em dezembro de 2008.
 
Aiman Ezzar tem 51 anos, é formado em Engenharia Química pela Ecole Supérieure de Chimie Physique Electronique de Lyon, na França, e é mestre em Administração pela Anderson School of Management da Universidade da Califórnia (UCLA).