Capgemini apresenta aumento de 10.5% no faturamento do primeiro trimestre graças ao sólido crescimento na América do Norte

| Press release
América Latina e Ásia-Pacífico registraram crescimento orgânico de 22.9%.
O Grupo Capgemini gerou receita consolidada de €2.764 milhões no primeiro trimestre de 2015, o que representa um aumento de 10.5%, com câmbio e estrutura atuais do Grupo, em relação ao primeiro trimestre de 2014. Considerando câmbio e estrutura constantes, o crescimento da receita do Grupo foi de 1.5%*.

“Em um ambiente econômico relativamente melhor e apesar da queda prevista da receita de um importante contrato do Grupo, a Capgemini obteve um sólido desempenho no primeiro trimestre de 2015.

A Capgemini registrou um excelente desempenho na América do Norte, onde a receita cresceu 11.7% com a mesma base de comparação e 33.8% com câmbio e estrutura do Grupo constantes. As regiões da Ásia-Pacífico e da América Latina registraram um crescimento orgânico de 22.9%.

A Capgemini Consulting conseguiu sua recuperação graças ao foco em transformação digital. A empresa melhorou seu desempenho crescendo 3.1% no primeiro trimestre, após vários trimestres consecutivos de queda.

Finalmente, registramos uma grande evolução de 10.3% em vendas, confirmando o alinhamento do nosso portfólio com as demandas dos clientes. A receita de SMAC (Social, Mobile, Analytics e Cloud Computing) cresceu 22% em relação ao mesmo período do ano anterior e representa 17% da receita do primeiro trimestre.

A inovação e a industrialização continuam sendo as prioridades do Grupo e representam dois importantes fatores para o fornecimento contínuo de serviços de qualidade e inovadores aos nossos clientes”, afirma o presidente e CEO do Grupo Capgemini, Paul Hermelin.


RESULTADOS POR DIVISÃO

Com a mesma base de comparação, a divisão de Serviços de Consultoria (4% da receita do Grupo) registrou um crescimento de 3.1% na receita. A divisão de Serviços Profissionais Locais (Sogeti) (15% da receita do Grupo) ficou estável (+0,5%) e a de Serviços de Aplicações (57% da receita) registrou crescimento de 4.6%. Outros serviços gerenciados (24% da receita do Grupo) apresentaram contração de 5.1%, devido à modificação programada do contrato acima mencionado.

OPERAÇÕES NAS PRINCIPAIS REGIÕES

Com a mesma base de comparação, a América do Norte registrou crescimento de 11.7%. O Reino Unido apresentou queda de 16.1%. A receita na França foi um pouco mais dinâmica do que no segundo trimestre de 2014, registrando crescimento de 1.2%. Em Benelux permaneceu praticamente estável, com acréscimo de 0.9%. No restante da Europa o crescimento foi um pouco maior, com aumento de 3% da receita. Finalmente, as regiões da Ásia-Pacífico e América Latina registraram o maior crescimento, com +22.9%.

NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS

Em 31 de março de 2015, o Grupo contava com 147.016 funcionários. O número de empregados offshore totalizou 69.965, representando 48% do número total de pessoas. Além disso, em abril de 2015, o Grupo cruzou a barreira dos 60 mil funcionários na Índia.

VENDAS

As vendas durante o primeiro trimestre de 2015 totalizaram €2.680 milhões, representando um aumento de 10.3% em relação ao mesmo período de 2013, com a mesma base de comparação.

PROJEÇÃO PARA 2015

Considerando os resultados do primeiro trimestre, o Grupo aumentou sua meta de crescimento para 2015. A Capgemini prevê crescimento da receita, com câmbio e estrutura atuais, de, no mínimo, 5% (apesar de ter comunicado uma meta de crescimento de 3% a 5% em fevereiro). Além disso, o Grupo confirma como meta uma margem operacional entre 9.5% e 9.8%. A companhia projeta o fluxo de caixa orgânico livre para mais de €600 milhões.

Principais eventos do 1º Trimestre de 2015:

• Terceiro ‘Plano de Compra de Ações por Funcionários’ da Capgemini
• Assinatura de importante contrato de terceirização de processos de negócios, manutenção de aplicativos e serviços de teste, alcance mundial, com a empresa americana Office Depot.
• Lançamento da linha global de serviços de Segurança Cibernética.
• Evolução da linha global de serviços de gestão de informações de negócio para um departamento global com foco em “Insights & Dados”.